o que nem sempre é dito, mas deveria ser

              Diverti-me muito na Marcha das Vadias realizada na tarde deste sábado em São Paulo. Lembrou-me o tempo das passeatas contra a ditadura militar da minha juventudde (estou entregando a minha idade de bandeja aqui!). Fiquei desapontada com o número reduzido de participantes (de 300 a 500, conforme o horário), mas tive boas supresas que gostaria de registrar.

                Uma delas foi um jovem, de nome Mao (Marcelo), que portava um pequeno cartaz onde se lia: “ser ‘muito macho’ é sinal de estupidez!”. Vi muitos homens, por sinal, que vieram dar seu apoio à Marcha das Vadias. Alguns estavam acompanhando as namoradas, outros pareciam estar soltos. Vi homens de roupão de banho, em um frio cortante, que defendiam o direito de se vestir da forma como desejassem, tanto homens como mulheres.

                Aliás, entre as mulheres, cabe um destaque para a coragem da jovem Emília, que se exibiu apenas com lingerie. A maior parte das manifestantes que foram a caráter estava apenas com meias tipo arrastão, shorts, saltos altos… Muita gente pela rua saudava com simpatia as manifestantes.

Mas também teve idiotas (não há outros termos para descreve-los), como um que chegou lá com um “barangometro”, prontamente destruído pelas participantes da manifestação. Um amigo dele ainda deu uma entrevista a uma reporter dizendo que eles foram podados em seu direito de livre expressão!

Em meio a palavras de ordem como “exijo respeito, mulher não é bunda e peito!”, a Marcha da Vadias seguiu até a frente do café-teatro Comedians, de propriedade dos CQCistas Rafinha Bastos e Danilo Gentile, na rua Augusta. Para quem não se lembra, Rafinha Bastos foi o babaca que disse que mulheres feias deveriam agradecer se forem estupradas, o que inspirou alguns cartazes portados na manifestação, como “Rafinha Bastos defeca pela boca” ou “Em terra onde se “estupra, mas não mata, Rafinha Bastos é rei”.

O Comedians estava fechado por causa do horário, mas isso não impediu que os manifestantes se concentrassem lá. Alguém chegou a dizer que o Danilo Gentili estaria na esquina, escondido dos manifestantes, mas não pude ver qualquer indicação de que isso fosse verdade. Antes de dispersar a Marcha, todos os cartazes levados para a marcha foram pregados na porta do café-teatro de Rafinha Bastos.

Anúncios

Comentários em: "Marcha das Vadias registra boas surpresas" (3)

  1. Danilo Gentili deu até entrevista defendendo o direito de expressão de cada um e apoiando a marcha! Eles poderiam ter nos aguardado com flores, teria sido mais gentil! kakaka

  2. Coloque a opção de G+ para seu blog! adorei o post. Rafinha basto é um babaca! No proximo ano vou participar da marcha 🙂

  3. Jacson Katops disse:

    Rafinha bastos parceiro tamo ai voce e o bixo panico kkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: