o que nem sempre é dito, mas deveria ser

Enquantas enchentes de São Paulo monopolizam as manchetes do noticiário, uma notícia mais perversa ainda passa despercebida: Alckmin quer vender a Cesp para fazer caixa para novos investimentos no Estado. Para conter a resistência contra a alienação, o atual governador de São Paulo trabalha com a hipótese de vender a terceira maior geradora de energia do País para o governo federal. Assim, repetiria o esquema usado por seu antecessor, José Serra, no caso da Nossa Caixa, o banco estatal paulista, que foi vendido ao Banco do Brasil por cerca de R$ 5,4 bilhões em 2008.

Aliás, Serra também tentou vender a Cesp, mas o leilão foi frustado porque o governo federal anunciou às vésperas do pregão que a renovação das concessões de hidrelétricas da empresa não estava garantida. Não houve compradores interessados.

Sob décadas de tucanato, São Paulo foi se desfazendo gradativametne de seu patrimônio que, entre outros, incluía dois bancos e uma grande empresa de energia: a Cesp. Essa foi dividida em várias empresas – com atuaçãoregional e segmentadas nas áreas de geração, transmissão e distribuição – para facilitar a venda. A atual Cesp é a única empresa de energia remanescente em mãos do Estado porque vários eventos pontuais (apagão de 2001, problemas de renovação das concessões etc.) impediram que ela mudasse de mãos anteriormente.

O argumento de vender estatais para custear investimentos públicos desperta desconfiança. O que foi feito dos recursos obtidos com a venda de outras estatais paulistas? O que será feito quando não houver mais nada para vender?

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: