o que nem sempre é dito, mas deveria ser

São Paulo discrimina nordestinos há muito tempo. Desde a minha infância, ouço coisas como “nordestino é burro”, “nordestino vem a São Paulo trabalhar, compra um radinho de pilha e fica contente”, “nordestino não quer trabalhar e é sustentado por São Paulo”… Eu mesma, certa vez, repeti alguma bobagem assim. Ao ser chamada a atenção, me desculpei e admiti que repeti o que me diziam desde criança, sem o necessário senso crítico.

Mas esse preconceito parece ter crescido nas sombras. Ele deu as caras com a abertura das urnas e uma constatação que seria previsível: Dilma teve seu melhor desempenho nas urnas do Norte e Nordeste do Brasil. Imediatamente, começaram a chover twits de inconformados incitando ódio aos nordestinos.

O mais agressivo desses twits dizia “Nordestito (sic) não é gente, faça um favor a Sp, mate um nordestino afogado!” Mas o teor de vários outros não ficava atrás: “Voces #nordestinos que infectam #São Paulo, devem pegar o pau de arara e voltar pro #Nordeste de #Lula e #Dilma. #SPMEU PAÍS#SOMOSP”; “Quem é a favor da contruçao (sic) de um muro igual ao de Berlin Sul/Sudeste :::: Norte/Nordeste dá RT” (RT é retwit, ou seja, retransmitir a mensagem); “Que tal devolver o Nordeste para a África?” …

Hoje, no dia seguinte às eleições, recebo um twit divulgando um abaixo-assinado eletrônico intitulado São Paulo para os Paulistas (http://www.petitiononline.com/estadosp/). Seu teor é alucinado, pois sustenta, entre outras aberrações, que nenhuma pessoa de outra região do Brasil, seja migrante ou visitante, deveria ter o mesmo acesso que os paulistas a serviços públicos (hospitais, creches, escolas, programas habitacionais etc.) em São Paulo. Chega a culpar os migrantes nordestinos pelo alto índice de criminalidade em São Paulo, pede mecanismos que garantam prioridade a paulistas em concursos públicos e mesmo em empregos na iniciativa privada. E o mais estarrecedor é que usa números para argumentar que São Paulo trabalha para sustentar o Brasil e, portanto, sua demanda não seria racista ou preconceituosa.

Todo este rastro de ódio e preconceito veio da campanha do tucano José Serra à Presidência da República. O mau perdedor promete trazer grandes danos ao País já que seu projeto de Nação confunde-se com seu delírio pessoal de grandeza (ele tem tamanha pequenez!). Serra deveria ir se queixar com o Papa por ter perdido já que foi o Sumo Pontifície quem defendeu o seu discurso (embora Deus pareça não ter concordado com isso já que a voz do povo é a voz de Deus).

Há pelo menos meio século que os nordestinos carregam nas costas o desenvolvimento de São Paulo. São eles que dão braços para a construção civil e para as fábricas paulistas. E nos mostram que o mundo tem inúmeras facetas com sua cultura. Mas há gente que prefere se trancar em sua intolerância.

Anúncios

Comentários em: "Intolerância crescente" (4)

  1. Sou paulistano de nascimento, filho de nordestinos que foram muito cedo para SP e ajudaram no crescimento daquela cidade. Hoje moro em Salvador ( há 11 anos) e já andei pelo sertão baiano.

    Quem diz essas bobagens do tipo “nordestino é vagabundo que não gosta de trabalhar” não tem o menor conhecimento do que seja a realidade do semi árido nordestino e a caatinga. Eu desafio a qualquer um que fale essa bobagem a passar 1 mês nas condições de um sertanejo que, como definiu Euclides da Cunha, antes de tudo é um forte.

    Certamente a opinião de muitos desses comentaristas e fomentadores de ódio mudaria depois de uma experiência como essa. E duvido que falariam algo sobre o Bolsa Família – eu não posso ser contra um programa que se propõe a levar comida para a mesa de famintos. Não é esmola: experimente trabalhar durante toda uma temporada plantando feijão e ver as mudas secarem por falta de chuva ou o gado morrer na estiagem.

    A região Nordeste vem saindo, embora timidamente, de um atraso secular e procurando se desenvolver. Como diz Tom Zé, “de vez em quando um de nós começa a pensar e se torna perigoso”. Essas pessoas ligadas ao conservadorismo perceberam que seus métodos disseminados pela grande mídia, por exemplo, não funcionam com os “cabeça chata”: o nordestino enxerga, vê o trabalho de um governo que, pela primeira vez em séculos, lançou algum olhar para a região. E não se deixou levar por apelação religiosa, boataria e baixaria das mais diversas.

    A reação é essa: preconceito, leituras equivocadas.

    Lamentável a postura da “turma do BEM”.

  2. Liliana disse:

    Não por acaso, esse abjeto manifesto mostra, como um inocente link no alto da página, onde se reúnem seus inspiradores e demiurgos – nada menos que o Instituto Millenium, que congrega os maiores expoentes da extrema direita, do Partido da Imprensa Golpista. Gostaria que o sucesso não suplantasse o obtido em outras iniciativas, como o movimento “Cansei”, que realizou, em 2007, passeatas que reprisavam as Marchas da Família com Deus pela Liberdade do Golpe de 64. Mas acho, infelizmente, pelo discurso de vencidos do Serra e seus aliados, que a truculência irá aumentar sem tréguas. Neste momento, o nauseabundo manifesto “São Paulo para os paulistas” já conta com 1344 assinaturas…

    • Bom, temerário assinar um documento assim. Fiz a denúncia, pois o manifesto contraria garantias constitucionais e deverá ser retirado do ar em breve. Quem assinou corre o risco de ser denunciado pelo Ministério Público por crimes de racismo e xenofobia.

  3. Liliana disse:

    O Ministério Público terá bastante trabalho e precisará contar com o auxílio de coveiros para fazer algumas exumações. Dentre os que aderiram ao manifesto, figura Arthur de Gobineau (assinatura 1601), célebre teórico do racismo do séc XIX que inspirou Hitler… O manifesto tem várias assinaturas rejeitadas e linhas apagadas, acho que vários Hitlers e Goebbels tentaram aderir, mas foram barrados no baile. Gobineau foi aceito. Puxa, parece que eles discriminam até os próprios fascistas…
    Metade das assinaturas validadas é de gente que se esconde, não coloca sobrenome. Sabem muito bem o crime que cometem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: